Mulher ModernaRelacionamentos

Usar sites de namoro é traição?

Pela colunista Regina Racco (www.pompoarte.com.br

Um joguinho para obter atenção ou traição? Como podemos classificar aquela pessoa que mesmo tendo um relacionamento sério ‘na vida real’ também mantém cadastro em sites de relacionamento? Quem trai, trai a si próprio. A verdade é que qualquer ação que praticamos, sempre atingimos a nós mesmos antes de atingir o outro. E cedo ou tarde, somos obrigados a encarar essa dolorosa verdade, seja virtual ou não.

LEIA TAMBÉM: 10 sinais de alerta na relação

Mal feito, está feito. Por isso é sempre bom pesar e medir as consequências das ações antes. Discute-se sobre uma nova ética: o que é aceitável ou não no mundo virtual? É traição ou não você estar numa relação fora da rede e, ao mesmo tempo, se divertir com conversas nos aplicativos e sites de namoro? Há quem diga que passa a ser traição somente se os dois envolvidos levarem seus contatos para o mundo real, outros consideram traição o namoro mesmo continuando online.

Estamos juntos e ele usa sites de relacionamento: é traição ou não?

A verdade é que vai depender de como o outro encara a questão. Realmente não tem graça alguma, flagrar o parceiro ou parceira em um cadastro desse tipo, principalmente se este cadastro foi feito enquanto ambos estão envolvidos numa relação.

Claro que isso tudo deve ser checado. Muitas vezes, ficamos tão felizes ao começar uma relação promissora, que esquecemos as atividades online. O que pode resultar em mal-entendidos e até colocar em risco a relação. Além do mais, é bom que se diga que nem sempre dados virtuais se apagam de fato, melhor sempre pensar bem antes de os produzir.

Mas também não se deve levar à ferro e fogo. Neste momento, calma e ponderação fazem a diferença. Conversar sobre o assunto, entender porque o outro está buscando novas relações, se estão juntos, se é curiosidade ou alguma forma de se excitar (porque muitos caras se excitam neste tipo de conquista) e nada tem a ver com os sentimentos.

LEIA TAMBÉM: Relação ioiô: vale a pena?

Enfim, não siga para o confronto armada demais. Primeiro, tente entender o que realmente se passa antes de tomar qualquer atitude da qual possa vir a se arrepender depois.

Assim, certamente você terá as rédeas da situação e poderá ficar tranquila, sendo uma decisão boa ou ruim. Para te ajudar a sentir melhor essa situação e que atitude tomar, aprenda alguns sinais de fumaça que podem significar que algo assim está acontecendo para poder contornar bem antes…

CLIQUE NAS IMAGENS PARA CONFERIR ESSES SINAIS!

*Curta a FANPAGE da Escola de Você

*Siga o Tempo de Mulher nas redes sociais: Facebook / Twitter / Instagram

*Curta a FANPAGE da Ana Paula Padrão

 

  • Isolamento: seu parceiro passa horas trancado no escritório trabalhando? Claro que só pode estar num site de relacionamento se divertindo! Calma, menina. Pessoas trabalham também, não somente se divertem (ou traem) quando estão no computador. E vamos combinar que ter amigos e trocar mensagens com eles não é nenhuma traição.
  • Analise outros aspectos: se junto com o isolamento do parceiro você percebeu outros sinais, como mudança no interesse amoroso, ou ainda que ele está mais frio e distante... atenção! Vale ficar alerta também se ele se esquivar de qualquer tentativa de aproximação, apesar de continuar dizendo que não está havendo nada quando indagado.
  • Segurança máxima: ele está tomando atitudes que antes não tinha, como colocar senha no computador, apagar as mensagens do telefone ou ter conversas extensas e secretas? Pense bem antes de considerar isso um sinal de fumaça, especialmente se você por acaso antes era invasiva demais. Pode ser apenas ciúmes. Mas se não for esse o seu caso, aí esse pode ser um sinal de fumaça.
  • Aprenda a pesar os sinais: bom, se você já tem motivos suficientes de desconfiança é hora de conversar e esqueça aquela história de que ele não suporta DR (discutir relação). O que não dá é para deixar as coisas piorarem. Uma intervenção a tempo pode salvar o relacionamento de vocês. Não tenha medo de falar, mas use um tom amigável. Brigar e acusar não adianta nada.
  • Escolha você: na certeza absoluta da traição, ou seja, quando acontece de ir do virtual para o real, pense em você em primeiro lugar. Proteja-se. Como falo sempre: um relacionamento não acaba da noite para o dia, analise bem se a relação já não estava desgastada. Saiba que passar por essa situação e sair inteira depende somente de você, do quanto VOCÊ SE AMA. Defenda e recupere a relação, se for possível, mas se não for, escolha você e seja feliz!
Regina Racco