Estilo de Vida

Truques para seduzir o crush

Pela colunista Regina Racco (www.pompoarte.com.br)

Quando o assunto é seduzir precisamos colocar de lado toda a timidez e ‘se jogar’ numa aventura que vai fazer, inclusive, com que você aumente sua autoestima. Seduzir o outro faz parte do jogo da vida, de saber seu papel numa relação e serve até mesmo para te inspirar a inovar na hora de conquistar o parceiro. E não tem nenhum problema em ser mestre na arte de seduzir, não precisa ter vergonha nem receio de saber seduzir o outro.

Leia também:  Não gosto de sexo! E agora?

De forma discreta ou não tão discreta, nos impomos quando o objeto do nosso desejo se encontra por perto. Normal? Claro. E saudável também. O amor platônico [que você apenas idealiza mas não coloca em prática] pode ser bonito nos romances, mas na vida real não funciona e nem poderia, porque amor requer paixão conjunta, toques e sensações. Apenas olhar e sonhar não realiza ninguém. E na boa, se você vive um sentimento assim… repense. Você pode estar perdendo um tempo precioso e que poderia estar investindo realmente na própria felicidade.

Hora de aprender truques para seduzir e se dar bem

Neste primeiro momento, quando você ainda está sondando o terreno, ficará claro se o outro está ou não a fim ou se você se enganou neste início. Se assim for, é bem mais fácil sair de fininho. Claro que você vai vai conquistar todos os homens ou mulheres do mundo com as dicas, não funciona assim.

Tenha em mente que conquistamos quem realmente tem afinidade conosco, é assim que funciona e qualquer tentativa de desconsiderar essa simples verdade vai resultar em fracasso. Por isso esse primeiro momento é tão importante, não o desvalorize.

Leve em consideração também os seus desejos e vontades, isso é fundamental para ter confiança na hora de se relacionar com uma pessoa.

Bora para as preliminares e descobrir como arrasar na sedução?

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA CONFERIR AS DICAS!

* Curta a FANPAGE da Escola de Você

*Siga o Tempo de Mulher nas redes sociais: Facebook / Twitter / Instagram

*Curta a FANPAGE da Ana Paula Padrão  

  • Vocês são muito diferentes? Se você é um alegre coelhinho, não tente se apaixonar (e conquistar) uma águia. Nem preciso explicar que não vai dar certo. O amor requer um mínimo de afinidade, não desconsidere isso.
  • Avalie o terreno: para saber se há o tal mínimo de afinidade, sonde discretamente a outra pessoa, permita-se observar e conversar sem ‘xavecar’ porque assim você vai perceber se há ou não alguma chance antes de queimar munição.
  • O outro está mais para marciano do que terráqueo? Ok. Sem muitos movimentos bruscos, saia de fininho com ou sem um adeuzinho.
  • Afinidades: pra seduzir você também precisa ter afinidades com o outro. Há afinidades? Ótimo, então dá para investir, vá com tudo, mas é claro, sem assustar o outro.
  • Pressa: outro erro na arte da sedução é ter pressa. A conquista exige perseverança, vá aos poucos tomando conta da atenção, dos pensamentos do outro. Faça-se necessário, mas veja bem, grude não é uma boa forma de ‘amarrar’ ninguém, dê espaço e tempo ao outro.
  • Dose certa: você tem que deixar claro o interesse, marcar presença e se mostrar. Mas ao mesmo tempo, não pode pressionar demais. A melhor forma de perceber se está demais ou de menos é pela reação do outro. Aprenda (desde já) a conhecer suas reações e as dos outros.
  • Disponível: Para não se magoar nas investidas, faça uma boa autoanálise antes de sair atirando por aí. Você está realmente disponível? Seu coração está livre e pronto para dar abrigo a outro coração? Permita-se um tempo sozinho para que, ao voltar à pista, você esteja preparado para a nova conquista.
  • Seja conquistado: amante inteligente não conquista: deixa-se ser conquistado. Permita que o outro também sinta que te conquiste. Seja aquele caçador inteligente que se disfarça de caça e segue feliz pela mão do seu conquistador.
  • Mostre seus dotes: o outro está chegando agora e não faz ideia de quem você é, não tenha medo de fazer seu marketing pessoal. Aqui, você até pode dourar a pílula, mas tudo depende se você quer uma relação de curto ou longo prazo. Tudo que é muito artificial não dura muito tempo.
  • Sinceridade não é ‘sincericídio’: se a intenção é investir em um bom futuro com essa pessoa, seja o mais verdadeiro possível, conte sua história e omita pouco. Omita, não minta! Tem coisas que não precisam ser ditas, dose a sua sinceridade, seja franco não ocultando nada que possa intervir diretamente na construção da nova relação. Alguns detalhes do passado não precisam ser ditos, deixe-os lá.
Regina Racco