Notícias sobre amor, sexo, beleza e carreira
pelo time de Ana Paula Padrão

Seja bem-vinda ao nosso novo site :)

O Tempo de Mulher está de cara nova e com muitas
novidades. Para melhorar ainda mais sua experiência em
nosso site, por favor, preencha os dados abaixo:







Má postura e álcool em gel podem acelerar envelhecimento da pele

Um dos principais erros das pessoas é não dar atenção especial à pele do pescoço, colo e mãos, alerta especialista.

Por Karina Costa

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Você sabia que a pele do pescoço, do colo e das mãos envelhece mais rápido simplesmente pela falta de cuidados básicos? A afirmação é de Ludmila Bonelli, fisioterapeuta dermato-funcional e estética. Entre os maus hábitos que detonam a cútis, a especialista chama a atenção para produtos como álcool em gel - que tira toda a camada protetora da pele -, além da má postura, causada inclusive pelo uso exacerbado do celular.

“Poucas pessoas se preocupam com essas regiões sem saber o quanto é difícil recuperá-las mais tarde. Nossa pele é um órgão único e que envolve o corpo todo. As mãos, o pescoço, coxas, pernas, rosto... é tudo a mesma pele, não pedaços diferentes. E, normalmente, pescoço e colo estão descobertos, além das mãos, que sofrem com o excesso de agressão no dia a dia. Rugas e flacidez aparecem como resultado desse descuido”, destaca Ludmila.

A especialista alerta ainda sobre a necesidade das pessoas saberem escolher o produto ideal para cuidar dessas áreas específicas da pele. “Não podemos passar qualquer coisa no rosto, então, jamais deveríamos fazer isso com o corpo, incluindo pescoço, colo e mãos”, reforça. As mãos, por exemplo, não devem ser lavadas com qualquer sabonete.

“Além disso, usamos água quente e fria, as mãos pegam sol, ficam expostas à luz artificial e em contato com produtos de limpeza, como detergente, desinfetante. O mínimo é repassar protetor solar ou hidratante nas mãos a cada lavada, ou logo depois de ter contato com itens que podem agredir a proteção da pele. Outra dica é investir num bom creme com alta concentração de vitamina C, tanto para mãos quanto para o pescoço e colo”.

Quer aprender mais alguns truques para cuidar dessas partes específicas da pele?

CLIQUE NAS IMAGENS PARA CONFERIR AS DICAS DA ESPECIALISTA!

* Curta a FANPAGE da Escola de Você

*Siga o Tempo de Mulher nas redes sociais: Facebook / Twitter / Instagram

*Curta a FANPAGE da Ana Paula Padrão

  • Pele do pescoço, colo e mãos envelhece mais rápido - Foto: Thinkstock

  • Rugas e flacidez aparecem como sinal de descuido - Foto: Thinkstock

  • Higiene e hidratação são cuidados mínimos - Foto: Thinkstock

  • Lavar as mãos com qualquer sabonete detona a pele - Foto: Thinkstock

  • Álcool em gel acelera o envelhecimento da cútis - Foto: Thinkstock

  • Má postura favorece envelhecimento do pescoço - Foto: Thinkstock

  • Hidrate ou aplique filtro solar nas mãos a cada lavagem - Foto: Thinkstock

  • Creme com vitamina C é cuidado básico - Foto: Thinkstock

  • Outros ativos: ácido alfa-lipóico e silício orgânico - Foto: Thinkstock

  • Para áreas já envelhecidas, ativo DMAE pode rejuvenescer pescoço e colo - Foto: Thinkstock

  • Saiba quais os procedimentos estéticos indicados para pescoço, colo e mãos - Foto: Thinkstock

Pele do pescoço, colo e mãos envelhece mais rápido


Segundo Ludmila Bonelli, fisioterapeuta dermato-funcional e estética, a pele envelhece mais rapidamente nessas áreas simplesmente pela falta de cuidados.

“Poucas pessoas se preocupam com essas regiões sem saber o quanto é difícil recuperá-las mais tarde. Nossa pele é um órgão único e que envolve o corpo todo. As mãos, o pescoço, coxas, pernas, rosto... é tudo a mesma pele, não pedaços diferentes. E, normalmente, pescoço e colo estão descobertos, além das mãos, que sofrem com o excesso de agressão no dia a dia”, destaca Ludmila.

 

Rugas e flacidez aparecem como sinal de descuido


Rugas e flacidez são as principais modificações que acontecem ao longo do tempo nessas áreas da pele [pescoço, colo e mãos]. “Nas mãos, o enrugamento é percebido no dorso, pois na palma há mais camada chamada 'córnea', o que a deixa protegida. Perceba que a planta da mão não mancha, nem tem rugas, enquanto no dorso a flacidez a deixa com o aspecto quebradinho”, esclarece.

Higiene e hidratação são cuidados mínimos


Basicamente, se você passa 'batido' no pescoço e no colo na hora de higienizar e mesmo hidratar a pele, aí é que mora o problema.

“Muita gente compra cremes especialmente para o rosto e até para os pés, mas sequer pensa em passá-lo no pescoço e colo. O primeiro engano é achar que há creme específico para pescoço e colo e outro para o restante [tronco, braços, pernas]. Na verdade, o segredo é investir num bom produto e aplicá-lo em todas essas partes”, indica Ludmila.

O rosto fica tão descoberto quanto o pescoço, certo? Mas os efeitos do tempo são diferentes, basta perceber como para a face sempre escolhemos bons produtos. “Não passamos qualquer coisa no rosto, não é mesmo? E não deveríamos jamais fazer isso com o corpo, incluindo essas áreas que ficam tão expostas”, reforça.

Lavar as mãos com qualquer sabonete detona a pele


“Durante o dia todo, lavamos as mãos muitas vezes e com qualquer sabonete, bom e ruim. Usamos água quente e fria, elas pegam sol, ficam expostas à luz artificial, sem falar no contato com produtos de limpeza, como detergente, desinfetante. Quando indico lavar a louça usando luvas, as pessoas acham frescura, mas na verdade o correto é fazer isso. É uma proteção contra os agentes presentes nos produtos de limpeza e que detonam a pele das mãos”, explica a profissional.

Álcool em gel acelera o envelhecimento da cútis


Assim como o uso de qualquer sabonete e dos produtos de limpeza sem proteger as mãos, a aplicação indiscriminada de álcool em gel é outro problema.

“As pessoas têm espalhado álcool em gel nas mãos toda hora para prevenir alguns vírus, como H1N1, mas esse é um produto desengordurante. Tira toda a camada de proteção da pele, deixando-a desprotegida, ressecada. É mais uma forma de agressão por hábitos diários”, alerta Ludmila.

Por isso, uma das principais dicas é investir no uso de protetores solares e cremes hidratantes logo após o uso do álcool em gel. 

Má postura favorece envelhecimento do pescoço


Além do descuido com higiene e hidratação, rugas e flacidez podem aparecer no pescoço e colo por má postura.

“São três músculos grandes para segurar a pele da região, e a má postura vai influenciar no rápido envelhecimento. Pessoas que ficam sempre com a cabeça abaixada, caso de dentistas e manicures, vão ficar com essa parte da pele [pescoço e colo] por muito tempo dobrada. Com a ação da gravidade, como se estivesse sendo empurrada a todo momento, acaba alterando a estrutura”, explica Ludmila.

Além da má postura relacionada à profissão, quem tem a mania de ficar o tempo todo olhando para baixo, fixado na tela do celular, também vai acelerar essas mudanças na pele. “Como o pescoço é uma região que toma menos sol diretamente, as pessoas vão observar essa diferença só quando forem mais velhas. Além disso, prejudica a pele do pescoço e colo. 90% das papadas têm como principais causas as más posturais”, revela.

Hidrate ou aplique filtro solar nas mãos a cada lavagem


Não há idade certa para começar os cuidados com as mãos. Mas para amenizar os efeitos ao longo do tempo, o ideal é adquirir o mais cedo possível bons hábitos.

“Comece deixando de usar qualquer sabonete. É preciso um produto com bons ativos, hidratantes, já que passamos álcool o dia todo, por exemplo”.

Outra dica é deixar um protetor solar no banheiro de casa ou mesmo na bolsa, e repassar a cada vez que lavar as mãos. “Isso renova a proteção durante o dia. O produto pode ser substituído por um creme hidratante a ser reaplicado da mesma maneira”, ensina Ludmila.

Do contrário, segundo a especialista, qualquer tratamento de combate ao envelhecimento ou de recuperação de manchas nas mãos vai ser insuficiente. “Pode voltar tudo, mas não porque o procedimento é ruim, e sim porque a pessoa não adquiriu novos hábitos e continuou agredindo a pele no dia a dia”, alerta ela.

Creme com vitamina C é cuidado básico


Se estiver em dúvida sobre qual creme escolher para cuidar dessas áreas diariamente, Ludmila Bonelli indica prestar a atenção em três ativos.

“Um deles é a vitamina C em concentração alta, para chegar numa profundidade da pele que a deixe suficientemente estruturada. Assim, na hora de receber tais agressões inevitáveis - como lavar louças, passar álcool gel, tomar sol - a pele estará protegida”, explica.

Outros ativos: ácido alfa-lipóico e silício orgânico


Outra dica é comprar um creme com ácido alfa-lipóico, um antioxidante que vai proteger a pele e, além das mãos, pode ser aplicado também na pele do pescoço e colo.

“Procure ainda por produtos com silício orgânico. Este reconstrói a pele por conseguir chegar no colágeno. Nem sempre esses dois últimos ativos citados estão em produtos encontrados nas perfumarias, por não serem muito baratos. Portanto, priorizar a compra de um produto com vitamina C é o mínimo”, reforça Ludmila. 

Para áreas já envelhecidas, ativo DMAE pode rejuvenescer pescoço e colo


Para as pessoas que já têm essas áreas do corpo envelhecidas [pescoço, colo e mãos], outra dica é aplicar produtos com um ativo chamado DMAE, presente nos cosméticos funcionais.

“Tem efeito tensor [lifting]. Faz o estiramento da pele, deixando-a lisinha por conseguir penetrar até o músculo, contrair e deixá-la mais alongada”, orienta a especialista.

Saiba quais os procedimentos estéticos indicados para pescoço, colo e mãos


Se avaliada a necessidade de optar por procedimentos estéticos, Ludmila indica a radiofrequência. “Ela é feita com um aparelho emissor de ondas eletromagnéticas, produzindo calor sem queimar. Consegue fazer um bom trabalho de regeneração do colágeno, sem ser agressivo e pode ser aplicada em qualquer tom de pele. Se associada com os cuidados diários já observados, os resultados podem ser interessantes para mãos, pescoço e colo”, indica.

O microagulhamento é outro tratamento eficaz, segundo Ludmila Bonelli. “Também dá resultado visível rapidamente, sem agredir e queimar, além de ser um procedimento estético de valor mais acessível. Para essas áreas, evite laser e luz pulsada”, conclui Ludmila Bonelli.

SERVIÇO:

Ludmila Bonelli, fisioterapeuta dermato-funcional e estética - www.bellebonelli.com.br

 

 

Karina Costa

Karina Costa

Tempo de Mulher (www.tempodemulher.com.br)


Vai Voando

Comentários

FaceBook

Twitter

Seguir @tempodemulher