CarreiraMulher Moderna

Dicas para negociar bem

Por Carol Sandler (www.financasfemininas.com.br)

Muita gente acredita que é necessário ser um pouco ‘cara de pau’ para negociar um desconto. Algumas mulheres, inclusive, sofrem e morrem de vergonha só de pensar em barganhar algo. Mas o que poucas delas sabem é que negociar faz parte do jogo e para virar um expert em negociação basta praticar.

Seja para pedir um desconto ou propor um aumento de salário, a realidade é que muitas vezes o outro lado até espera que você faça uma contraproposta, sabia?

Todo mundo pode aprender a negociar!

O importante é saber que em várias transações do dia a dia você tem margem para negociação, no entanto, pouquíssimas de nós, mulheres, sabemos aproveitar.

Primeiro de tudo, tenha em mente que negociar não traz prejuízo algum. O ‘não’ você já tem…. então, por que não tentar um ‘sim’?

Para te ajudar a vencer essa vergonha e se dar bem em qualquer tipo de negociação, confira a seguir 10 dicas bacanas.

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO E DESCUBRA COMO NEGOCIAR BEM!

* Curta a FANPAGE da Escola de Você

*Siga o Tempo de Mulher nas redes sociais: Facebook / Twitter / Instagram

*Curta a FANPAGE da Ana Paula Padrão 

  • Aprenda: quem não arrisca, não petisca. O 'não' você já tem, não é mesmo? Por que você vai pagar mais caro por um produto ou serviço, se pode negociar bem para conseguir um desconto? Reconhecer que todo mundo negocia e que não há mal nenhum em pedir desconto é o primeiro passo para vencer a vergonha de negociar.
  • Você não vai querer aprender a negociar na hora de comprar um imóvel – a tarefa pode parecer impossível.  Mas pedir um desconto para comprar uma bijuteria em uma feira de artesanato é algo bem mais tranquilo, certo?  Comece a identificar as oportunidades para negociar e treine sempre.
  • Para você saber bem o que é justo pedir, precisa saber os preços e as práticas de mercado.  Por isso, pesquise sempre o preço daquele produto que você quer comprar – isso te ajuda a montar uma proposta com mais chances de ser aceita.
  • Tente se colocar no lado do outro. Você está querendo comprar, mas o outro precisa vender.  Às vezes, o que importa tanto não é o valor da compra, mas a data de recebimento do pagamento.  Faça uma proposta que agrade a todos.
  • Muitas mulheres preferem deixar a negociação para um homem. Mas com o jeitinho feminino e a forma com que adoramos proteger as pessoas e as causas que mais nos importam, podemos ser negociadoras excelentes, sim!
  • Ninguém nasce sabendo e, portanto, ninguém nasce com o chip da negociação. Algumas pessoas têm aulas deste tema, outras aprenderam com os pais, ou seja, é um talento que todo mundo consegue aprender.
  • As mulheres têm uma tendência de querer agradar a todos. Mas é preciso entender que isso é impossível.  Quanto mais rápido você conseguir se livrar desta mania, mais fácil será defender os próprios interesses.
  • Tudo é negociável. Um aumento de salário? A compra de um carro? Um acordo melhor com seu (sua) parceiro (a) para ver quem leva e busca as crianças na escola? Negociação é uma prática que vai muito além do desconto na loja. Aproveite e pare para pensar: o que mais você poderia negociar?
  • Você não precisa ser agressiva para negociar bem.  Existe um mito de que toda negociação é uma luta e que é necessário ser agressivo para vencê-la, afinal, alguém vai sair perdendo.  O bom negociador sabe que precisa conciliar os interesses de todos – e que pode tentar construir um acordo que satisfaça todo mundo.
  • Você nunca pode entrar em uma negociação sem ter muita clareza de qual é a sua alternativa, o plano B, caso não consiga chegar a um acordo com a ideia inicial. Pode ser 'não comprar o tal item' ou 'ir na loja concorrente' para fazer a compra, por exemplo.  Quando você tem um plano B, fica mais fácil ser firme com a sua posição.  Além disso, o outro vai perceber que você quer encontrar uma solução boa para os dois lados e, por isso, oferece alternativas.
Carol Sandler